Google+ Followers

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Globo é processada por beijo gay em novela

Pastor processa Globo por causa de beijo gay em ‘Amor à Vida’. Religioso fala em finalidade de promiscuir e destruir as “famílias tradicionais cristãs”

 
O beijo gay entre Niko (Thiago Fragoso) e Félix (Matheus Solano) no último capítulo de “Amor à Vida” não agradou ao pastor baiano e deputado estadual Sargento Isidório (PSC), que entrou com um processo contra a Rede Globo nesta terça (04) na Assembleia Legislativa da Bahia, repudiando a exibição do beijo, além de dizer que a emissora carioca agride a “família brasileira”.
No documento, o pastor fala que a Globo exibe insistentes “cenas de sexo, beijos entre homossexuais, traições conjugais, homicídios, tentativas de homicídios, assédio moral, humilhação, dentre muitas outras, de maneira tendenciosa, atentam contra os bons costumes, com a finalidade de promiscuir e assim destruir as famílias tradicionais cristãs“. Segundo o pastor, isso é um grave atentado ao pudor aos que assistem a Globo.

“Depravação”

Ainda esta semana, outros dois nomes da bancada conservadora no Congresso Nacional criticaram a cena do beijo gay no desfecho da produção global. O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) afirmou que “foi um marco na depravação da sociedade, porque abre precedentes para que esse tipo de cena se torne comum na televisão, inclusive em outros horários”.
O pastor Marco Feliano (PSC-SP), por sua vez, foi mais comedido: “eu teria algo a dizer caso fosse exibido numa programação infantil, pois com estes me preocupo, mas pelo horário exibido só adultos viram”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário