Google+ Followers

terça-feira, 23 de julho de 2013

Neve transforma paisagem catarinense

Morro do Cambirela, em Palhoça, foi coberto por camada de gelo

A forte massa de ar polar que toma conta de Santa Catarina fez com que nevasse em cidades da Grande Florianópolis, durante a noite de segunda e a madrugada desta terça-feira. O fênomeno proporcionou belas paisagens, principalmente no Morro do Cambirela, em Palhoça, que amanheceu com o topo coberto por uma camada branca.

A montanha com 1.000 metros de altura fica às margens da BR 101. O último registro de neve na cidade foi há 29 anos, em agosto de 1984. Além dela, Rancho Queimado, Alfredo Wagner e Angelina, municípios que também integram a Grande Florianópolis, tiveram registros de neve. Agora já são 56 as cidades do planalto Sul, Norte, Litoral e Oeste do Estado com registro do fenômeno. 

A presença de gelo, inclusive, interditou algumas rodovias no estado vizinho. A neve surpreendeu os moradores de Rio do Sul, maior cidade do alto vale do rio Itajaí. Blumenau, na localidade do Morro do Cachorro, também aparece com registro de queda de neve. Pelo menos nos últimos 30 anos não há registro do fenômeno na cidade.

A neve também foi registrado em São Bento do Sul e Mafra, no Planalto Norte. São Joaquim, no Planalto Sul, considerada a cidade mais fria do Brasil - a 1.376 metros acima do nível do mar - teve seus termômetros marcando -4ºC na manhã desta terça, porém sem registro de neve. 

Segundo os meteorologistas da Epagri/Ciram, principal órgão de acompanhamento climático do Estado, a partir de hoje, o centro da onda de ar polar que se aproxima de Santa Catarina vai empurrar a umidade para a direção do oceano. Com isso, a possibilidade de queda de neve é remota para os próximos dias. Mesmo com abertura de sol, as temperaturas serão ainda mais baixas até quinta-feira, favorecendo o predomínio de intensa geada durante as madrugadas e ao amanhecer.
Fonte: www.correiodopovo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário